Espumante

A produção de espumantes com leveduras livres obriga à preparação de um pé-de-cuba vigoroso, de modo a garantir que no momento da introdução em vinho haja uma população mínima activa de 1 milhão de células/mL de vinhoEstes protocolos além de fastidiosos são também longos, podendo demorar até cerca de 5 diasA utilização de leveduras livres também obriga ao recurso de produtos de colagem de modo a permitir a realização do removimento.

  • PRODUTOS DE TIRAGEM

DV10

FRANÇA - CHAMPAGNE [SELECCIONADA POR CIVC]

EC1118

FRANÇA - CHAMPAGNE [SELECCIONADA POR CIVC]

QA23

PORTUGAL VINHOS VERDES [SELECCIONADA POR CVRVV/PROENOL/UTAD

ADJUVANTE 40

XAROPE DE AÇÚCAR INVERTIDO.

TANINO DE TIRAGEM LÍQUIDO

MISTURA DE TANINOS DE GALHA E CASTANHEIRO.

CLAR T SPECIAL TIRAGE

COMBINAÇÃO DE TANINOS DE GALHA E CASTANHEIRO COM UM SUPLEMENTO EM COBRE.

OPTIWHITE

LIE QUE MANTÉM FRESCURA AROMÁTICA AUMENTANDO A REDONDEZ EM BOCA

 
  • ADJUVANTES DE REMOVIMENTO

ADJUVANTE 83

ADJUVANTE À BASE DE BENTONITES EXTREMAMENTE PURAS.

ADJUVANTE 92

ADJUVANTE À BASE DE BENTONITE E ALGINATO.

ADJUVANTE MO

ADJUVANTE À BASE DE BENTONITE E ALGINATO.

 

 

BACTILESS

Para redução da população bacteriana em vinhos.
Biopolímero de quitosano e quitina-glucano de origem fúngica (Aspergillus niger) que permite reduzir a população de bactérias acéticas e láticas viáveis nos vinhos não afetando a população de leveduras. 

BACTILESS

Mais Info

LEVEDURAS INATIVAS

Artigos científicos: Influência da estirpe de levedura e da adição de leveduras inativas nos polissacáridos do vinho.

leveduras inativas
Mais Info